por eng spa
Agendar consulta técnica
10/06/2020

Investir em bem-estar na criação de suínos é o principal fator para bons resultados

Investir em bem-estar na criação de suínos é o principal fator para bons resultados

A criação de suínos exige muitos cuidados, entre eles aqueles capazes de proporcionar bem-estar na vida dos animais. Quando falamos em bem-estar, nos referimos às condições físicas, mentais e fisiológicas dos suínos, para que possam exercer suas atividades da espécie.
Quando os produtores atendem a esses aspectos de conforto, os resultados de produtividade na suinocultura são vistos com mais expressividade, permitindo que os animais atinjam bons indicadores zootécnicos e, por fim, proporcionem maior rentabilidade da criação, segundo pesquisa da Embrapa.
Para que você também chegue a bons números com a sua criação, elencamos alguns fatores que devem ser adotados e que irão garantir o bem-estar animal.
 

1. Água tratada e em quantidade suficiente



Assim como citamos no conteúdo sobre a importância da água na avicultura, o mesmo vale para a suinocultura. O tratamento da água é o primeiro passo para melhorar a qualidade de uma produção de suínos. Isso porque é a água que irá contribuir para a manutenção dos tecidos, da temperatura corporal, do crescimento, da reprodução, entre outros fatores da vida do animal.
Sendo assim, torna-se essencial oferecer água aos suínos dentro dos níveis corretos de acidez e cloro, que podem ser atingidos com o uso do Quarteto Kobra, uma solução que atua como filtro, clorador, acidificador e antidureza. Além de uma quantidade suficiente do líquido para mantê-los saudáveis. A média diária de consumo em litros varia de acordo com a fase e o peso do animal, podendo passar de 20 litros na fase de terminação.
 

2. Alimentação saudável



A nutrição saudável terá como resultado suínos saudáveis e, consequentemente, maior retorno. Por isso, a alimentação é um fator de grande relevância para proporcionar bem-estar ao animal, exigindo ração de qualidade, porções adequadas para cada idade e peso, e outras informações nutricionais que devem ser seguidas de acordo com as Tabelas Brasileiras para Aves e Suínos, lançadas pela Universidade Federal de Viçosa (UFV).
É válido destacar que não basta proporcionar o alimento de qualidade, mas também é preciso assegurar que está em local de fácil acesso para o consumo do suíno, sem que haja disputa ou briga pela ração.
 

3. Instalações bem cuidadas



Manter os animais fisicamente protegidos é mais um ponto essencial na criação dos suínos. Para evitar acidentes e possíveis lesões, as instalações não devem conter materiais pontiagudos, não podem ser caracterizadas por extensas e estreitas e, ainda, é importante que não tenham instalações elétricas em altura próxima aos animais.
Quanto mais fácil for a limpeza e a higienização do espaço, também mais qualidade de permanência oferecerá aos suínos.
 

4. Boas condições para a matriz e os leitões



A maternidade, muitas vezes negligenciada na criação animal, precisa estar entre as prioridades de cuidado na suinocultura. O espaço disponível para o parto deve ser suficiente para evitar o esmagamento dos leitões e para possibilitar a interação da matriz com os recém-nascidos.
 

5. Manejo tranquilo



Por fim, a maneira como o manejo é realizado pode causar estresse e resultados ruins na criação de suínos. Por isso, eles devem ser tratados com tranquilidade, sem causar estranhamento no contato dos humanos com os animais.
O importante, em todas as etapas do cuidado, é minimizar ao máximo os estresses e os fatores que interferem na qualidade de vida do animal. Com isso, os suínos terão bem-estar durante toda a criação e os resultados dos produtores serão muito mais satisfatórios.