por eng spa
Agendar consulta técnica
09/07/2020

Qualidade da água bebida na suinocultura e o bom desempenho da produção

Qualidade da água bebida na suinocultura e o bom desempenho da produção

Cartilha da Embrapa aponta a inviabilidade de realizar produções sustentáveis sem considerar a boa gestão da água.

Os bons resultados na produção animal estão relacionados a diversos fatores, especialmente àqueles que dizem respeito ao cuidado e ao bem-estar do animal no processo de criação. Recentemente, abordamos sobre como a qualidade e o tratamento da água são critérios que determinam o bom desempenho na avicultura.

Essa realidade não se restringe à criação de aves, afinal, também se aplica de forma muito parecida à suinocultura, tendo a água de qualidade como um dos pontos principais para garantir uma carne de alto padrão para consumo.

Nutriente mais valioso

Animais alimentados e nutridos adequadamente são sinais de bons retornos na produção. Assim como a água tem uma importância vital para o desenvolvimento dos seres vivos, ela é considerada um nutriente essencial para o elevado desempenho zootécnico e econômico na criação de suínos.

Uma cartilha desenvolvida pela Embrapa sobre Gestão da Água na Suinocultura afirma que o líquido pode ser visto como um dos alimentos mais importantes nesse processo de produção. “Já está provado há muito tempo que não se pode pensar em uma produção sustentável sem uma boa gestão da água, na produção animal”, é o que cita o documento.

Funções da água no organismo animal

Primeiramente, é preciso entender que na suinocultura, para ter a garantia de uma água de qualidade, deve-se atentar a quatro práticas envolvidas no fornecimento do líquido para o animal, sendo elas:

  1. Captação
  2. Armazenamento
  3. Tratamento
  4. Qualidade
Nos dois últimos critérios, tratamento e qualidade, o foco está em permitir que o líquido consumido proporcione e exerça todas as funções fisiológicas e de nutrição necessárias para o organismo do animal, sendo estas funções:
• Digestão e absorção dos nutrientes no trato digestório
• Termorregulação corporal- equilíbrio térmico

Ações de busca pela qualidade da água

Sabendo que os animais bebem em torno de 2,5 a 3 vezes mais água se comparado ao consumo de ração, a busca pela qualidade da água se torna uma necessidade por parte dos produtores de suínos.

Afinal, agentes como vírus, bactérias, fungos e algas podem ser veiculados pela água, interferindo diretamente no crescimento saudável do animal e prejudicando o desempenho do produtor. Independente da fonte, a água para suínos deve ser tratada para prevenir ou evitar a disseminação desses agentes infecciosos.

Sendo assim, é preciso clorar toda água de consumo animal por regulamentação da ANVISA. A ação conjunta da diminuição do pH e da cloração efetiva são ferramentas importantíssimas para a diminuição da proliferação de entero bactérias tais como E. coli, Salmonelas e Clostridium.

Caso contrário, o animal terá diminuição de ganho de peso, aumento de idade de abate e elevação dos custos de produção, considerando que a nutrição representa grande parte dos investimentos na produção animal.
Outro fator importante de avaliação da qualidade de água é através de análise físico-química, onde podemos verificar os minerais presentes na água.

A solução para minimizar esses quadros pode ser por meio do Acikobra®, um composto de ácidos orgânicos que de forma contínua mantém o pH ideal para consumo dos suínos, além do uso do Fosfatizante Antidureza® na água de bebida, permitindo que ocorra a “quebra química” desses minerais e que melhora o efeito dos antibióticos e desinfetantes.

Além disso, o fosfatizante evita que esses minerais se depositem nos bebedouros (nipple ou chupeta) prevenindo o “gotejamento”.

Todos esses são utilizados no Quarteto®, que em sinergia permite um tratamento de água completo e um desempenho mais rentável e eficaz na suinocultura.
​​​​​​​
Clique aqui para conhecer nossas soluções e solicitar um orçamento.