por eng spa
Agendar consulta técnica
21/07/2020

Consumo humano não garante qualidade da água para criação animal

Consumo humano não garante qualidade da água para criação animal

Um dos principais indicadores para mensurar a qualidade do líquido fornecido na criação de aves e suínos é o pH.
Quando o assunto é fornecimento geral de água nas propriedades rurais, é comum ouvirmos frases como “Minha água é boa, pois eu bebo essa água, ela é mineral”. Afinal, muitas pessoas medem a qualidade da água pelo fato de ela abastecer a casa e todos consumirem a mesma água.
Em primeiro lugar, é importante ressaltar que a água de bebida dos animais deve ter as mesmas características da água potável para consumo humano, isto é uma resolução do Conama- RESOLUÇÃO CONAMA Nº. 357 de 17/03/2005 (CONAMA, 2005), que estabelece a utilização de água da classe 3.
A água da classe 3 é destinada a:

  • Abastecimento para CONSUMO HUMANO, após tratamento convencional ou avançado;
  • Irrigação de culturas arbóreas, cerealíferas e forrageiras;
  • Pesca amadora;
  • Recreação de contato secundário;
  • Dessedentação de animais.

Sendo assim, voltamos à pergunta inicial de uma forma diferente: essa água é boa para aves e suínos? Qual seria o pH ideal? Ao falar em pH ideal, o que encontramos nas tabelas é o valor de 6,0 a 9,0. Há ainda alguns estudos nos quais também se encontra que pH entre 5,0 e 7,0 são ideais.

E se temos na propriedade um pH de 9,5? O pH da água é a medida de íons de hidrogênio presentes na solução, sendo que, numa escala de 1 a 14, considera-se 7 um valor neutro. Valores de pH abaixo de 7,0 indicam acidez, enquanto valores acima de 7,0 indicam alcalinidade. Um pH acima de 8,0 pode alterar o gosto da água, conferindo a ela um sabor amargo e, consequentemente, diminuindo o consumo.

O pH afeta a qualidade da água e a eficácia de desinfetantes como o cloro. Em pH acima de 8,0, o cloro está presente principalmente em forma de íons hipoclorito, que possuem pouca capacidade sanitizante. Isso ocorre pois a liberação de ácido hipocloroso-HOCL se dá em pH mais ácido, e o íon hipoclorito-CIO é liberado em pH mais alcalino e este não possui eficiência de sanitização como o ácido hipocloroso. Podemos observar essa reação em gráfico e em tabela:


A ação conjunta da diminuição do pH e da cloração efetiva são ferramentas importantíssimas para a diminuição da proliferação de entero bactérias tais como E. coli, Salmonelas e Clostridium.  Um controle microbiológico favorece a saúde intestinal. O pH mais baixo também vai favorecer a absorção de nutrientes, pois faz com que as paredes celulares se rompam mais facilmente, favorecendo a digestibilidade.
Dentro do nível de potabilidade para nós humanos, o pH está entre 6,0 a 9,0. Mas tendo águas minerais com pH maior liberadas para consumo. Por isso, não necessariamente temos uma água mineral que atenda a dessedentação de animais de forma efetiva, se baseando em pH.
Para ter água de qualidade e que atenda todas as necessidades da sua criação animal, conte com as soluções da Kobra. Entre em contato para saber mais sobre nossos produtos: https://bit.ly/3j6KTT9